A TV deveria aprender com o teatro — não o contrário | Times2

Mtalvez seja um caso de plus ça change. Ainda outro dia, folheando algumas críticas antigas, me deparei com um lamento de Benedict Nightingale, que rondava as bancas por décadas como o principal crítico de teatro deste jornal, de que o West End estava sendo invadido por adaptações para a tela. “E ainda assim eles vêm”, ele escreveu em 2009 enquanto assistia à versão teatral de Ato da irmã fixar residência no London Palladium, não muito longe de Billy Elliot, Dança suja e Priscila, Rainha do Deserto.

Hoje, se alguma coisa, a tendência é ainda mais marcante. Uma nova produção de Ato da irmã está bombando ainda mais gospel quente, Moinho Vermelho! está ocupado vendendo seu mix de músicas pop e chancelers de Montmartre, Mulher bonita coloca

Leave a Comment