Annie Morris traz suas esculturas oscilantes para o Château La Coste em Aix-en-Provence

A escultora britânica Annie Morris é a primeira artista a expor dentro do novo Pavilhão Oscar Niemeyer no Chateau La Coste em Aix-en-Provence, trazendo uma série de suas famosas esculturas e tapeçarias ‘Stack’ para o edifício modernista.

Recém-inaugurada, a galeria é considerada um dos projetos finais do arquiteto brasileiro e é a joia da coroa do vinhedo histórico, que conta com restaurante, espaço para eventos e centro cultural projetado por Tadao Ando.

Os totens esféricos oscilantes de Morris e as tapeçarias coloridas preenchem o pavilhão, assumindo um diálogo alegre com a arquitetura, pois suas curvas contrastam com linhas retas e banham-se na luz das claraboias acima.

Diz Morris: ‘Minhas esculturas são sobre segurar algo que caiu e expressar a esperança e o desafio da vida.’

De forma mais divertida, as Stacks parecem estar admirando silenciosamente a paisagem além do vidro – olhando para a escultura de bronze de seis metros de altura de Morris, instalada permanentemente nos jardins do Château La Coste.

Annie Morris no Pavilhão Oscar Niemeyer funciona até setembro de 2022 no Château La Coste 2750 Route De La Cride, 13610 Le Puy-Sainte-Réparade, França.

Fotografia: Stéphane Aboudaram | SOMOS CONTEÚDO(S)

Fotografia: Stéphane Aboudaram | SOMOS CONTEÚDO(S)

Fotografia: Stéphane Aboudaram | SOMOS CONTEÚDO(S)

Yinka Ilori inaugurou um pavilhão technicolor em Berlim

A instalação de James Turrell no Colorado é um portal para o céu

A Galeria do Vale de Tadao Ando parece uma nave espacial acidentada

Leave a Comment