Como viver mais: Morangos estão associados a uma diminuição do risco de diabetes

O artigo científico – publicado na revista Foods – avaliou a composição nutricional e os benefícios para a saúde das frutas vermelhas, com foco em morangos e framboesas. A nutricionista Drª Emma Derbyshire disse: “É revigorante ler uma nova publicação científica que se concentra exclusivamente em frutas vermelhas. Essas são descobertas interessantes, acrescentando ao domínio da nutrição e mostrando como fazer algumas trocas diárias simples, como substituir lanches processados ​​por alimentos ricos em nutrientes bagas podem beneficiar a saúde.”

Ricos em vitaminas, carotenóides e compostos fenólicos, morangos e framboesas têm sido associados a um menor risco de doenças.

Não só as frutas estão associadas a um risco reduzido de diabetes tipo 2 e câncer, mas também: obesidade, catarata, doenças cardíacas, derrame e hipertensão.

O trabalho de pesquisa observou que os morangos, por exemplo, fornecem: magnésio, potássio, cálcio, fósforo, polifenóis, zinco, ferro e fibra alimentar.

Além disso, as frutas vermelhas “geralmente não passam por nenhum processamento para serem consumidas, [thus] suas propriedades antioxidantes não são reduzidas”.

LEIA MAIS: Diabetes: A bebida que é ‘tão benéfica’ – reduz os níveis elevados de açúcar no sangue em quase 30%

/latest/live-longer

Prevenção do diabetes tipo 2 – dieta

Especialistas da Harvard TH Chain School of Public Health apontam que uma dieta saudável é uma das três vertentes quando se trata de minimizar o risco de diabetes tipo 2.

Os outros dois são: controlar seu peso e se exercitar por pelo menos 150 minutos por semana.

“Estar acima do peso aumenta em sete vezes as chances de desenvolver diabetes tipo 2”, alertaram os especialistas.

“Ser obeso torna você 20 a 40 vezes mais propenso a desenvolver diabetes do que alguém com um peso saudável”.

NÃO PERCA

A inatividade também promove alto nível de açúcar no sangue, o marcador necessário para diabetes tipo 2.

“Trabalhar seus músculos com mais frequência e fazê-los trabalhar mais melhora sua capacidade de usar insulina e absorver glicose”, explicaram os especialistas.

Além de comer frutas vermelhas, como morangos e framboesas, quatro ajustes na dieta “podem ter um grande impacto no risco de diabetes tipo 2”.

Isso inclui a escolha de produtos integrais, como pão e massas integrais, em vez de grãos refinados.

Outra dica dietética é “pular as bebidas açucaradas”, optando por água, café ou chá.

E também é útil “escolher gorduras saudáveis”, como as encontradas em abacates, por exemplo, em vez de gorduras saturadas encontradas em confeitaria.

“Limite a carne vermelha e evite a carne processada”, acrescentaram os especialistas, substituindo-os por: nozes, feijão, aves ou peixe.

Prevenção do câncer – dieta

A principal instituição de caridade Cancer Research UK confirmou: “Comer uma dieta saudável e equilibrada pode reduzir o risco de câncer”.

Para ajudar a reduzir o risco de câncer, a instituição de caridade recomenda comer alimentos ricos em fibras.

Exemplos incluem: frutas, legumes, lentilhas, feijões, mingau de aveia e comer a casca de batatas e cenouras.

“Alimentos e bebidas como queijo e leite podem reduzir o risco de câncer de intestino”, observou a Cancer Research UK.

Você também precisa reduzir a carne processada e vermelha, como:

  • Bacon
  • salsichas
  • Nuggets de frango
  • Comida rápida
  • Bebidas açucaradas
  • Álcool.

Leave a Comment