James Cameron escreveu um roteiro inteiro de ‘Avatar 2’ e depois o jogou fora

James Cameron revelou ao The Times UK que antes de “Avatar: The Way of Water” havia um roteiro completo de “Avatar 2” que foi escrito e depois jogado no lixo. Acontece que pelo menos um ano inteiro do intervalo de 13 anos entre “Avatar” de 2009 e “The Way of Water” de 2022 foi gasto em um roteiro que nunca verá a luz do dia.

“Quando sentei com meus roteiristas para começar ‘Avatar 2’, disse que não poderíamos fazer o próximo até entendermos por que o primeiro foi tão bem”, disse Cameron. “Precisamos decifrar o código do que diabos aconteceu.”

Cameron e sua equipe chegaram à seguinte conclusão: “Todos os filmes funcionam em níveis diferentes. A primeira é a superfície, que é caráter, problema e resolução. A segunda é temática. O que o filme está tentando dizer? Mas ‘Avatar’ também funciona em um terceiro nível, o subconsciente. Eu escrevi um roteiro inteiro para a sequência, li e percebi que não chegou ao nível três. Estrondo. Recomeçar. Isso levou um ano.”

Durante uma aparição no “The Marianne Williamson Podcast” no ano passado, Cameron elaborou mais sobre esse terceiro nível que ele acredita ter permitido que “Avatar” se tornasse o filme de maior bilheteria de todos os tempos nas bilheterias mundiais.

“Havia um nível terciário também… era uma sensação onírica de um desejo de estar lá, estar naquele espaço, estar em um lugar seguro e onde você queria estar”, disse Cameron. “Seja voar, aquela sensação de liberdade e alegria, ou estar na floresta onde você pode sentir o cheiro da terra. Era uma coisa sensorial que se comunicava em um nível tão profundo. Essa foi a espiritualidade do primeiro filme.”

Cameron revelou na mesma entrevista que quase demitiu seus roteiristas da sequência de “Avatar” porque eles estavam inicialmente tão determinados a criar novas histórias em vez de descobrir o DNA que fez do primeiro filme um recorde.

“Quando me sentei para escrever as sequências, sabia que seriam três na época e eventualmente se transformaram em quatro, reuni um grupo de roteiristas e disse: ‘Não quero ouvir as novas ideias de ninguém ou os argumentos de qualquer um até termos passado algum tempo descobrindo o que funcionou no primeiro filme, o que se conectou e por que funcionou’”, disse Camerons. “Eles continuaram querendo falar sobre as novas histórias. Eu disse: ‘Ainda não estamos fazendo isso.’ Eventualmente eu tive que ameaçar demiti-los porque eles estavam fazendo o que os escritores fazem, que é tentar criar novas histórias. Eu disse: ‘Precisamos entender qual era a conexão e protegê-la, proteger essa brasa e essa chama.’”

“Avatar: The Way of Water” estreia nos cinemas em 16 de dezembro.

Leave a Comment