Máquinas de lavar louça comerciais podem danificar o intestino e levar a doenças crônicas

Intestino Humano de Raio X Médico

Os abrilhantadores em máquinas de lavar louça comerciais geralmente contêm álcool etoxilado. Essa substância danifica o epitélio intestinal, podendo levar a doenças crônicas.

De acordo com pesquisadores do Instituto Suíço de Pesquisa de Alergia e Asma que trabalham com organoides, resíduos de agentes de enxágue em pratos após a limpeza em máquinas de lavar louça de nível profissional podem prejudicar a camada protetora natural do intestino e contribuir para o desenvolvimento de doenças crônicas

Máquinas de lavar louça comerciais são uma maneira conveniente de limpar e secar rapidamente pratos, copos e talheres em vários ambientes, como restaurantes, escolas e quartéis. No entanto, um estudo recente conduzido por pesquisadores do Instituto Suíço de Pesquisa de Alergia e Asma (SIAF), um instituto associado da Universidade de Zurique (UZH), revelou que esses aparelhos apresentam um risco. O estudo descobriu que um ingrediente em agentes de enxágue comercial tem um efeito tóxico no trato gastrointestinal.

Resíduos químicos em placas limpas

Um ciclo típico em uma máquina de lavar louça comercial envolve a circulação de água quente e detergente por cerca de 60 segundos em alta pressão. Depois, há um segundo ciclo de lavagem e secagem de 60 segundos, no qual são aplicados água e um enxágue. “O que é especialmente alarmante é que, em muitos aparelhos, não há ciclo de lavagem adicional para remover o abrilhantador restante”, diz Cezmi Akdis, professor de alergologia e imunologia experimental da UZH e diretor do SIAF, que liderou o estudo. “Isso significa que substâncias potencialmente tóxicas permanecem nas louças, onde secam no local.” Quando os pratos forem usados ​​da próxima vez, esse resíduo químico seco pode facilmente acabar no trato gastrointestinal.

Isso inspirou a equipe de pesquisa de Akdis a investigar qual efeito os componentes dos detergentes e agentes de enxágue de nível comercial têm na barreira epitelial do intestino – a camada de células que reveste o trato intestinal e controla o que entra no corpo. Um defeito nessa barreira está associado a condições como alergias alimentares, gastrite, diabetes, obesidade, cirrose hepática, artrite reumatoide, esclerose múltipla, transtornos do espectro autista, depressão crônica e[{” attribute=””>Alzheimer’s disease.

Similar protective layers are also present on the skin and in the lungs. As numerous studies have shown, many additives and chemicals that we encounter in everyday life can damage these layers. “We assume that defective epithelial barriers play a role in triggering the onset of two billion chronic illnesses,” says Akdis. This connection is explained by the epithelial barrier hypothesis, which Akdis has helped develop during his more than 20 years of research in this field.

Toxic substances in rinse agents

The researchers used a newly developed technology for their study – human intestinal organoids and intestinal cells on microchips. The tissue forms a three-dimensional clump of cells that is very similar to the intestinal epithelium in humans. The team used various biomolecular methods to analyze the effect that commercial detergents and rinse aids have on these cells. They diluted these substances to reflect the amounts that would be present on dry dishes (1:10,000 to 1:40,000).

The result was that high doses of rinse agents killed the intestinal epithelial cells and lower doses made it more permeable. Researchers also observed the activation of several genes and cell signaling proteins that could trigger inflammatory responses. A more detailed analysis showed that one component of the rinse agent – alcohol ethoxylates – was responsible for this reaction.

According to Akdis, these findings have significant implications for public health. “The effect that we found could mark the beginning of the destruction of the gut’s epithelial layer and trigger the onset of many chronic diseases,” he says. Akdis calls for an immediate response: “It is important to inform the public about this risk since alcohol ethoxylates seem to be commonly used in commercial dishwashers.”

Reference: “Gut epithelial barrier damage caused by dishwasher detergents and rinse aids” by Ismail Ogulur, Yagiz Pat, Tamer Aydin, Duygu Yazici, Beate Rückert, Yaqi Peng, Juno Kim, Urszula Radzikowska, Patrick Westermann, Milena Sokolowska, Raja Dhir, Mubeccel Akdis, Kari Nadeau and Cezmi A. Akdis, 1 December 2022, Journal of Allergy and Clinical Immunology.
DOI: 10.1016/j.jaci.2022.10.020

Leave a Comment