Museu espanhol devolve à Polônia duas pinturas roubadas pelos nazistas

MADRI — Um museu no noroeste da Espanha devolveu duas pinturas do século 15 a autoridades polonesas na quarta-feira, depois que foi determinado que elas haviam sido saqueadas pelas forças nazistas alemãs durante a Segunda Guerra Mundial.

As pinturas “Mater Dolorosa” (Mãe das Dores) e “Ecce Homo” foram entregues a uma delegação do Ministério da Cultura da Polónia. De acordo com o Museu Espanhol de Pontevedra, as obras foram originalmente atribuídas a Dieric Bouts, um mestre flamengo nascido na cidade holandesa de Haarlem, mas agora elas são atribuídas a um membro de sua escola ou grupo.

O museu disse que em 2020 as autoridades polonesas informaram que as obras haviam sido saqueadas pelas forças nazistas. O museu rapidamente decidiu mandá-los de volta para a Polônia, mas a conclusão das autorizações oficiais para a transferência atrasou até agora.

As forças nazistas roubaram as obras da coleção Czartoryski em Gołuchów quando a cidade foi ocupada pelos militares alemães na Segunda Guerra Mundial, disseram autoridades polonesas. Apareceram em Madri em 1973 e estavam no museu de Pontevedra desde 1994, quando foram adquiridos entre mais de 300 obras adquiridas de um colecionador particular espanhol.

A Polônia viu grande parte de seu patrimônio cultural destruído ou saqueado durante a ocupação de guerra do país pela Alemanha nazista e pela União Soviética, e cerca de 500.000 itens continuam desaparecidos.

O país tem feito esforços para se recuperar o máximo possível. O Ministério da Cultura tem uma divisão de arte saqueada que mantém um banco de dados de objetos desaparecidos e vasculha coleções estrangeiras e leilões. Quando eles localizam uma pintura, livro ou outro objeto polonês saqueado, eles informam as autoridades policiais daquele país.

___

A escritora da AP, Vanessa Gera, em Varsóvia, contribuiu para este relatório.

Leave a Comment