Professor demitido Enoch Burke expulso da escola em carro de Garda – The Irish Times

Enoch Burke deixou a Wilson’s Hospital School em um carro da Garda na terça-feira, depois de aparecer antes, apesar de ter sido demitido de seu cargo de professor na sexta-feira passada, após um processo disciplinar.

Burke foi deixado na escola perto de Multyfarnham em Co Westmeath pouco depois das 8h30 por seu pai, Seán.

Por volta das 12h40, o professor deixou a escola na parte de trás de um veículo não identificado da Garda e foi levado para a estação Mullingar Garda. Ele deixou a estação antes das 14h e foi levado pelo pai. Um Garda Síochána foi contatado para comentar o assunto.

A escola, que reabriu na terça-feira após ser fechada na segunda-feira para treinamento programado de funcionários, também foi contatada para comentar sobre a presença do Sr. Burke após sua demissão.

A professora foi informada na sexta-feira da decisão, que se seguiu a uma caótica audiência disciplinar realizada em um hotel em Mullingar na semana passada. De acordo com os procedimentos disciplinares escolares, ele tem o direito de apelar do resultado no prazo de 10 dias úteis.

Um processo no Tribunal Superior relacionado à disputa entre ele e a escola está em andamento.

Na semana passada, o Sr. Burke falhou em suas tentativas de obter uma liminar do Tribunal Superior para impedir que a audiência disciplinar ocorresse. Ele argumentou que o processo “deu irremediavelmente errado”. Ele havia sido suspenso e em licença administrativa remunerada enquanto aguardava o processo, iniciado com base em um relatório preparado em agosto passado pela então diretora da escola, Niamh McShane.

Tratava-se da objeção por e-mail do Sr. Burke a uma orientação em maio passado para os professores se dirigirem a um aluno em transição pelo nome escolhido e usando os pronomes “eles/eles” e sua oposição expressa publicamente a essa orientação em um evento escolar em junho passado. Ele alega que tal direção é uma violação de suas crenças religiosas.

Burke foi preso por desacato a ordens judiciais no início de setembro porque continuou a frequentar a escola, apesar de haver ordens judiciais que o impediam de fazê-lo. Ele foi solto em regime indeterminado no último dia 21 de dezembro, após 108 dias, sem ter expurgado seu desacato.

Depois que ele voltou a frequentar a escola em 5 de janeiro após as férias de Natal, a escola solicitou ordens impondo multas ao Sr. Burke ou detendo temporariamente seus bens. Esse pedido, ao qual o Sr. Burke se opôs veementemente, será julgado mais tarde.

Leave a Comment